ICOSACOR® EPA 1g 30cápsulas

ICOSACOR® EPA 1g 30cápsulas

  • REF. 17107
  • Disponibilidade: Pronta Entrega
FRETE GRÁTIS - São Paulo
  • R$196,90

    R$ 196.90
  • 6x de R$32,82 sem juros
  • ou R$187,06 à vista 5%
ICOSACOR® atua como mediador da resposta anti-inflamatória. Indicado para auxiliar na redução dos triglicérides e saúde cardiovascular.
Formas de Pagamento
1x de R$ 196,90 sem juros R$ 196,90
2x de R$ 98,45 sem juros R$ 196,90
3x de R$ 65,63 sem juros R$ 196,90
4x de R$ 49,23 sem juros R$ 196,90
5x de R$ 39,38 sem juros R$ 196,90
6x de R$ 32,82 sem juros R$ 196,90
7x de R$ 32,20 com juros R$ 225,43
8x de R$ 28,53 com juros R$ 228,25
9x de R$ 25,67 com juros R$ 231,06
Total: R$ 196,90
Calcule o freteNão sei meu CEP

DETALHES DO PRODUTO

DESCRIÇÃO:

ICOSACOR® EPA 1g ( Ácido Eicosapentaenoico EPA) - As cápsulas do Icosacor® contém alto teor de EPA (ácido eicosapentaenóico) na forma Etil Ester, também conhecido como Icosapent Etil. ​

Os ácidos graxos poliinsaturados de cadeia longa EPA (ácido eicosapentaenóico) são abundantes em peixes de águas profundas.

São considerados essenciais à saúde, porém não são produzidos pelo organismo humano, portanto apenas obtidos através de dieta ou suplementação.

EPA é conhecido por sua capacidade de melhorar a saúde cardiovascular, diminuir níveis de triglicerídeos e manter níveis de colesterol normais. Além de seu benefício para o sistema cardiovascular, possui função antiinflamatória sendo indicado para suplementação em casos de artrite reumatóide, asma, doença inflamatória intestinal, lúpus eritematoso sistêmico e psoríase. Há também estudos que demonstram efeito psicoterapêutico em distúrbios como esquizofrenia, depressão e transtorno bipolar.


ICOSACOR® atua como mediador da resposta anti-inflamatória. Indicado para auxiliar na redução dos triglicérides e saúde cardiovascular. 

O EPA atua na regulação dos triglicerídeos através de seu efeito redutor na síntese hepática de lipoproteínas de densidade muito baixa - VLDL. 


ICOSACOR® passa por um processo de purificação em etapas, no qual obtém-se um óleo de peixe com alto teor de ômega-3 (EPA e DHA), livre de contaminantes como metais pesados (Arsênio, Cádmio, Chumbo e Mercúrio), Dioxinas e PCBs, garantindo um produto de alta qualidade.


As cápsulas de ICOSACOR® passam por um processo patenteado de enrijecimento que confere maior resistência à sua membrana. Desta forma a cápsula passa pelo estômago e se desintegra apenas no intestino, evitando refluxo, sabor e hálito de peixe após sua ingestão.


O primeiro requisito para fabricação de produtos de alta qualidade é o uso de ingredientes puros e livres de contaminação. ICOSACOR® possui ômega-3 EPA extraído de peixes a partir das águas frias e intocadas do Pacífico Sul, ao largo da costa do Chile e Peru.  Estas zonas de pesca da América do Sul são as mais altamente reguladas do mundo. A cada ano as quotas de pesca são ajustadas para mais ou para menos, ou mesmo postergadas em função da saúde, tamanho e número de peixes disponíveis. O uso de peixes desta região garante, portanto, não apenas produtos de elevada pureza e qualidade, mas também assegura a sustentabilidade ambiental do processo, garantindo o uso responsável dos recursos do oceano.



INDICAÇÃO:

    Suporte à saúde cardiovascular,

    Auxilia na redução dos triglicerídeos,

    Atua como mediador da resposta anti-inflamatória,  

    Auxilia na recuperação da musculatura esquelética.


      MODO DE USO:

      ingerir 1 cápsula do dia ou de acordo com indicação médica/nutricional. 


      VALIDADE:

      De acordo com lote fornecedor Biobalance.


      BIBLIOGRAFIA:

      Simopoulos AP. The importance of the omega-6/omega-3 fatty acid ratio in cardiovascular disease and other chronic disease. Experimental Biology and Medicine 2008; 233:674-688.   

      Martin, C.A. ET al.  Ácidos graxos poliinsaturados ômega-3 e ômega-6: importância e ocorrência em alimentos. Rev. Nutr. [online]. 2006, 19 (6), 761-770. http://www.scielo.br/pdf/rn/v19n6/10.pdf. (acesso 30 de março de 2012).   

      Lee, J.H.  e col., Omega-3 Fatty Acids for Cardioprotection .Mayo Clin Proc. 2008, 83(3), 324-332.     

      AMERICAN HEART ASSOCIATION (Org.). Fish and Omega-3 Fatty Acids. Disponível em :< http://www.heart.org/HEARTORG/GettingHealthy/NutritionCenter/HealthyDietGoals/Fish-and-Omega-3-Fatty-Acids_UCM_303248_Article.jsp>. Acesso em: 14 maio 2012.     

       Bocchi EA, Marcondes-Braga FG, Bacal F, Ferraz AS, Albuquerque D, Rodrigues D, et al. Sociedade Brasileira de Cardiologia. Atualização da Diretriz Brasileira de Insuficiência Cardíaca Crônica - 2012. Arq Bras Cardiol 2012: 98(1 supl. 1): 1-33.   

      U.S. Food And Drug Administration. FDA announces qualified health claim for omega-3 fatty acids. FDA NEWS REALEASE, 2004. http://www.fda.gov/NewsEvents/Newsroom/PressAnnouncements/2004/ucm108351.htm (Acesso  21 março de  2012).      Sposito AC, Caramelli B, Fonseca FAH, Bertolami MC, et al. Sociedade Brasileira de Cardiologia. IV Diretriz Brasileira sobre Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia – 2007. Arq Bras Cardiol 2007:88(supl.1):1-19.   

      Mas, E. et al.  The omega-3 fatty acids EPA and DHA decrease plasma F2-isoprostanes: Results from two placebo-controlled interventions. Free Rad. Res. 2010, 44 (9), 983-990.     

      Fahs, C. A. et al. The effect of acute fish-oil supplementation on endothelial function and arterial stiffness following a high-fat meal. Appl. Physiol. Nutr. Metab. 2010, 35, 294–302.     

      Hartwich, J. et al. Lipoprotein profile, plasma Ischemia modified albumin and ldl density change in the course of postprandial lipemia. Insights from the lipgene study. Scand. J. Clin. Lab. Invest.2010, 70, 201-208.   

      Kiecolt-Glaser,J.K. Stress, food, and inflammation: psychoneuroimmonology and nutrition at the cutting edge. Psychosom. Med. 2010, 72, 365–369.   

      AMINE, Dr E.k. et al. . DIET, NUTRITION AND THE PREVENTION OF CHRONIC DISEASES Report of a Joint WHO/FAO Expert Consultation World Health Organization Geneva in WHO Technical Report Series. WORLD HEALTH ORGANIZATION Ed., 916., 2003, WHO publications: Genebra. 2003. pp. 1 - 160. http://www.who.int/publications/en/  (acesso  21 de março de 2012).     

      Hibbeln, J.R. Fergusin, T.A., Blasbalg, T.L. Omega-3 fatty acid deficiencies in neurodevelopment, aggression and autonomic dysregulation: Opportunities for intervention. Intl. Rev  Psychiatry, 2006, 18 (2), 107-118.     

      Schuchardt, J.P. et al.. Significance of long long-chain polyunsaturated fatty acids (pufas) for the development and behaviour of children. Eur. J. Pediatr., 2010,  169, 149–164.     

      Gonzales, S. et al. The relationship between dietary lipids and cognitive performance in an elderly population. Intl. J. Food Sci. Nutr. 2010, 61(2), 217-225.     

      Liu 2014, Omega-3 Essential Fatty Acids Therapy for Dry Eye Syndrome: A Meta-Analysis of Randomized Controlled Studies.      Bhargava 2013, A randomized controlled trial of omega-3 fatty acids in dry eye syndrome.     

      Pinazo-Durán et al 2013, Clinical Interventions in Aging. Effects of a nutraceutical formulation based on the combination of antioxidants and ω-3 essential fatty acids in the expression of inflammation and immune response mediators in tears from patients with dry eye disorders.     

      Allison L. Rand MD and Penny A. Asbell, MD Current Opinion in Ophthalmology Nutritional Supplements for Dry Eye Syndrome.