-10%
Cavalinha 500mg 120cápsulas

Cavalinha 500mg 120cápsulas

  • REF. 3928
  • Disponibilidade: Encomendar Manipulação
  • De R$ 80,90
  • Por R$ 72,81

  • R$ 72.81
  • 6x de R$ 12,14 sem juros
Mais formas de pagamento
1x de R$ 72,81 sem juros R$ 72,81
2x de R$ 36,41 sem juros R$ 72,81
3x de R$ 24,27 sem juros R$ 72,81
4x de R$ 18,20 sem juros R$ 72,81
5x de R$ 14,56 sem juros R$ 72,81
6x de R$ 12,14 sem juros R$ 72,81
7x de R$ 11,91 com juros R$ 83,36
8x de R$ 10,55 com juros R$ 84,40
9x de R$ 9,49 com juros R$ 85,44
10x de R$ 8,65 com juros R$ 86,48
11x de R$ 7,96 com juros R$ 87,52
12x de R$ 7,38 com juros R$ 88,57
Total: R$ 72,81
Calcule o freteNão sei meu CEP

DETALHES DO PRODUTO

DESCRIÇÃO:

Cavalinha extrato seco  (Equisetum arvense L):  Amplamente usada na medicina caseira em toda América do Sul. Desde os tempos antigos, é considerado um dos melhores diuréticos de origem vegetal.

Sua atividade diurética é suave, sem modificar o equilíbrio hidroeletrolítico, o qual é aproveitado no tratamento de hipertensão arterial e em terapias coadjuvantes de emagrecimento.

Também tem ação adstringente, o que melhora transtornos circulatórios; e estípticas (estancador hemorrágico). Apresenta propriedades remineralizantes atribuídas ao silício e também estimula a biossíntese de fibras colágenas e de elastina, preservando a elasticidade e tonicidade do tecido cutâneo.

Participa da calcificação dos ossos, tendo parte na matriz fibrosa colágena. Estimula o metabolismo cutâneo, acelera a cicatrização e aumenta a elasticidade de peles secas e senis, atuando como hidratante profundo. Desenvolve certa ação antimicrobiana devido aos flavonóides. 


INDICAÇÃO:

Diurético suave e natural,

Revitalizante tecidual,


MODO DE USO:

Ingerir 1 dose 1 a 4 vezes ao dia antes das principais refeições.


CONTRA-INDICAÇÃO:

Contra-indicada na disfunção cardíaca e/ou renal.

Não deve ser ingerida por gestantes.


VALIDADE:

6 meses.


VENDA SOB  PRESCRIÇÃO DE PROFISSIONAL HABILITADO, PODENDO SER NOSSA FARMACÊUTICA,                                                                                                                                     RESOLUÇÃO     586/2013   -   CONSELHO DE FARMÁCIA 



BIBLIOGRAFIA:

ALONSO J. Tratado de Fitofármacos y Neutracéuticos, 1°ed, Argentina, 2004.

ÁVILA, L. C. Índice terapêutico fitoterápico – ITF. 2 ed. Petrópolis, RJ, 2013

TESKE, M.; TRENTINI, A. M.M. Herbarium compêndio de fitoterapia. 3 ed. Curitiba, 1997.